Quatro motivos para se investir agora em equipamentos para vidros

Quatro motivos para se investir agora em equipamentos para vidros
07 fev 2019

Com o retorno do otimismo chegando ao mercado brasileiro acontece também a recuperação do mercado de vidros. Será o momento de voltar a investir?

Para Ricardo Costa, diretor da Glass Parts, a resposta à questão acima é sim. Ele defende que existem investimentos que o transformador deveria fazer para gerar economia no fim do processo. Argumenta também que o investimento em manutenção preventiva ou upgrades é uma opção inteligente. Acompanhe quatro razões que justificam esses pensamentos.

1- Surgiram novas tecnologias que podem reduzir custos ao ponto de justificar investimentos em pleno período de baixa demanda.

“Muitos processadores estão investindo em automação neste momento de crise. Isso porque os custos trabalhistas e o passivo trabalhista justificam – muitas vezes – a automação, pois evitam a contratação de funcionários toda vez que o mercado sinaliza um aumento falso ou passageiro de demanda, minimizando os custos variáveis e erros ocasionados com mão de obra pouco qualificada.”, defende Ricardo.

 

2- É possível “turbinar” alguns equipamentos para obterem maior produtividade sem precisar comprar um novo.

Para os mais precavidos essa também é uma opção viável. E a Glass Parts possui peças e equipamentos que podem auxiliar nessa transformação.

3- É possível revigorar a linha de pré-processamento investindo o mínimo necessário para aumentar a produtividade para que tal investimento acabe se pagando.

“Muitas empresas de médio e grande portes, que tinham rejeição aos equipamentos chineses, hoje repensam esse conceito. As máquinas chinesas de empresas de primeira linha estão muito próximas das italianas, com custos muito mais competitivos em investimento e manutenção.”, explica Ricardo.

4-É possível esticar a vida dos equipamentos antigos para não precisar comprar um novo.

“Para sobreviverem com saúde, muitas empresas estão investindo fortemente em manutenção preventiva e treinamento de seus funcionários – para minimizar os erros de produção, retrabalho e erros operacionais que, além causar quebra na produção, geram custos.”, relata o diretor da Glass Parts.

Para mais informações sobre a Glass Parts: www.glassparts.com.br

 

Share

Glassparts